Topo da página da Seicho No Ie com logotipo


Presidente Doutrinário da
Seicho-No-Ie para a América Latina


Preletor Fumio Nishiyama





A Nova Civilização começa pelos hábitos de cada um



Reverências, muito obrigado.

Olá, navegador das redes que nos visita.

Nas breves linhas abaixo, segue uma reflexão que cremos ser importante para seu dia. Por isso, logo de cara, deixo o link de acesso ao nosso Site. Nele, acesse orações, informações e artigos sobre a Seicho-No-Ie. (CLIQUE AQUI).

 

Eis o verdadeiro viver religioso e da espiritualidade: novos hábitos por uma vida nova – Nem em sua saúde, nem em nível global, nada acontece sem sua atitude. Nem mesmo as verdadeiras religiosidade e espiritualidade salvam, se elas não forem vividas. Um religioso não vive só de esperanças, mas do fazer.

 

Há outros dois desafios: as relações pessoais e os efeitos da robotização. Muitas pessoas parecem estar hipersensíveis a opiniões dos outros e às mídias, e outras tantas desejando excessivamente as facilidades. Nada contra elas ou a tecnologia. Pelo contrário. Mais uma vez, entram no campo de visão as atitudes. Precisamos repensá-las em favor do maior número possível de pessoas – e de cada um de nós.


Por onde começa a Nova Civilização, baseada em “Deus, Natureza e seres humanos são originariamente unos”? – Hoje em dia, não basta conhecer caminhos, é preciso saber trilhá-los. Por isso, em nome de construirmos uma Nova Civilização, somos orientados pela Sede Internacional da Seicho-No-Ie a praticar, nos hábitos, a humanidade que desejamos.


A vida que queremos para nós e as futuras gerações vive na conjunção harmoniosa entre conhecimento e ação. Pernas sem direção ou objetivo, só se cansam, e teorias demais também não resolvem. A Nova Civilização começa como prática espiritual da sabedoria e do amor de Deus, e de vivê-la em atividades saudáveis para si e o mundo.


Alguns dos novos caminhos oferecidos pela Seicho-No-Ie – De nada adiantará nossa mais nobre religiosidade ou espiritualidade, se não as vivenciarmos em nosso ser, por inteiro. Especificamente, temos recebido a orientação do Supremo Presidente da Seicho-No-Ie, Professor Masanobu Taniguchi, à prática de clubes de bicicleta, horta orgânica e artesanato.


Em tempos complicados não apenas pelas hipersensibilidades e usos excessivos das facilidades, trabalhar a vida do corpo e do meio ambiente possuem significados que elevam a alma – não só por via de nossas esperanças espirituais, mas também na forma de resultados positivos para a saúde e a humanidade.


Muito Obrigado!