Topo da página da Seicho No Ie com logotipo


Presidente Doutrinário da
Seicho-No-Ie para a América Latina


Preletor Fumio Nishiyama





A paz e a felicidade começam pelo domínio do poder da palavra



Reverências! Muito Obrigado!


Olá, internautas! Nas palavras abaixo, veremos algumas considerações sobre um dos princípios mais difundidos pela Seicho-No-Ie: o poder da palavra.


A força da palavra é o verdadeiro império do mundo. Com ela e dela, tudo é feito, visualizado e, a partir disso, manifestado. Na sua vida, não há nada fora do que você afirmou, "desenhou", plantou ou atraiu com sua mente. Este plano físico-material denominamos, na Seicho-No-Ie, de mundo fenomênico – porque o que vemos é somente projeção da mente, e não a Realidade Prima ( Cliquei aqui para adquirir a SUTRA SAGRADA CHUVA DE NÉCTAR DA VERDADE, onde estão os principais pilares doutrinários da Seicho-No-Ie ).


Na Seicho-No-Ie, aprendemos a negar o fenômeno como força motriz de nossas mentes e vidas. Porque ele é consequência de pensamentos, sentimentos e ações do passado, e não deve ser encarado como real.


O que é negar o fenômeno?


É negar aquilo que se apresenta como mal e/ou ruim como realidade. Dou-lhes exemplos: Declare ao universo, se for o seu caso: "Não, meu filho não é um rebelde! Minha filha não é uma viciada! Meu marido não é um ríspido! Minha família não está vivendo solitária dentro da mesma casa! Não estamos endividados! A titia não está doente!".


Logo após negar com veemência o que os sentidos captam como projeção da mente, afirme visualizando a criação perfeita de Deus: "Meu filho e minha filha são maravilhosos filhos de Deus! Meu esposo é gentil e dócil! Minha família é unida e se ama muito! Nós já prosperamos! Titia já é saudável!", e assim por diante, tudo acompanhado de um sincero Muito Obrigado, agradecendo a Deus pela graça visualizada – e crendo que já foi alcançada.


O que Deus não criou, não existe.


Olhar a tudo e só ver o mal, ou seja, o lado obscuro, é sitiar o próprio espírito. Quem aniquila a sua alegria e as suas próprias esperanças não poderá receber uma vida iluminada e feliz, mesmo que a deseje muito.


Manifeste amor e alegria dentro do ambiente familiar. Elogie, sorria, fale de coisas boas, incentive, capriche na refeição e na hora de lavar a louça. Preencha sua mente e sua casa com vibrações boas e positivas. Faça uma horta, comece um artesanato, compartilhe nas redes sociais uma ideia boa de reciclagem de seu lixo, diminua o consumo de carne, escute no seu dispositivo eletrônico os hinos sagrados da Seicho-No-Ie, que são belíssimas orações em arranjos que sossegam a alma (Clique aqui para adquirir CDs de Hinos Sagrados e Músicas da Seicho-No-Ie).


Em suma, vivifique e discipline mais a sua mente. Sua paz dará paz à sua família, ao bairro, à cidade e ao planeta. Domine as próprias palavras e produza a sua própria felicidade. Muito Obrigado!