Instagram oficial da Seicho No Ie do Brasil
Google Plus + oficial da Seicho No Ie do Brasil
twitter oficial da Seicho No Ie do Brasil
Youtube oficial da Seicho No Ie do Brasil
Facebook oficial da Seicho No Ie do Brasil

08/08/2008
Salva depois de ficar entre a vida e a morte: Ednalva ergue-se do leito ao ler a sutra sagrada


Para Ednalva Fernandes Silva, dentro daquele quarto, o mundo não existia mais. Com 36 quilos e sem forças nem para andar, o lupus dissolvia suas esperanças e células. Conhecido também como LES (lupus eritematoso sistêmico), é uma doença em que a pessoa desenvolve anticorpos contra tecidos e órgãos do seu próprio corpo.

Sobre a escrivaninha da amiga, um livro a chama – Dois anos antes de tudo acontecer, Ednalva teve o primeiro contato com a Seicho-No-Ie. Sobre a escrivaninha, na casa da amiga Maria Luiza, um livro chamou sua atenção. À época, o drama era outro e a leitura serviu de conforto: Ednalva estava sofrendo de um amor não correspondido.

As dores chegam sem pedir licença – Em 2002 um mistério circulava pelos consultórios médicos da cidade de Cerejeiras, em Rondônia, onde Ednalva reside. Diante de um quadro de dores generalizadas, não se chegava a um diagnóstico. As internações se sucediam, as fortes dores chacoalhavam- na por inteiro.

Numa dessas passagens pelo hospital, um médico decidiu encaminhar Ednalva para Cuiabá. Uma série de turbulências pessoais adiou a necessária transferência.

– A faculdade, que eu não podia abandonar, e as dificuldades financeiras, entre outros problemas, seguraram-me na minha cidade – lembra Ednalva.

Definhando dia após dia – A imagem de Ednalva nas fotografias ficava cada dia mais robusta, diante de seu definhar em carne e osso, constante, febril, dramático. O hospital, a esta altura, era sua segunda casa. O poço parecia não ter fundo. Ao receber tratamento de um médico particular, no auge do desconsolo, um veredicto aponta um único caminho, o último. Ednalva estava desenganada.

Depois do fim do dinheiro e das esperanças, finalmente o diagnóstico – Lupus. Ela apresentava um estágio avançado e preocupante da doença que altera o sistema imunológico e, via de regra, atinge principalmente mulheres.

– Eu estava entre a vida e a morte. Internaramme com urgência. Fiquei sem andar. Perdi todos os movimentos. Caíram os cabelos. Eu não conseguia me alimentar. Meu peso estava em 36 quilos – descreve Ednalva.

O médico recomenda que Ednalva veja seu filho pela última vez – Pressentindo o pior, Ednalva disse à irmã que achava que nunca mais iria ver seu filho novamente. Feita a leitura da situação, o médico não só autorizou, como recomendou a visita. Não havia mais nada a ser feito. A imagem daquela mãe de família, amuada no leito, lembrava uma forca.

Quando todos contavam com o ponteiro dos segundos o tempo de vida que restava a Ednalva, um presente chegou às mãos dela.

Páginas que ressuscitam – Dona Clarice é daquelas presidentes de Associação Pomba Branca que olhamos e nos perguntamos: como aquele coração cabe em um só peito? Com fé, a líder do movimento na cidade de Cerejeiras enviou para Ednalva uma – sublinhe-se –, apenas uma Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade. Mais um jazigo continuaria vazio graças aos ensinamentos da Seicho-No-Ie.

“A simples leitura das escrituras Seicho-No-Ie...” I – A última força que restava em Ednalva era a de abrir os olhos. Mas o ato de ler era complicado. No entanto, ela queria mais do que simplesmente fabricar escuridão a cada vez que fechava as pálpebras. Começava a se comprovar, mais uma vez, que um coração que busca por Deus, com todas as forças, é o lugar onde Deus mais está presente.

– Comecei a ler a sutra sagrada, mas estava tão mal que não conseguia fazê-lo por completo. Até aquele momento, eu não sabia o poder que continha naquelas palavras, pois eu só lia os livros quando estava passando por dificuldades. Eu via neles apenas um conforto momentâneo – confessa Ednalva.

“A simples leitura das escrituras Seicho- No-Ie...” II – A leitura, com a alma inteira, produz iluminação. Com o coração puro como o de uma criança que adora ouvir sempre as mesmas histórias, Ednalva começou a ler a sutra sagrada degustando-a com todo o seu ser. E então ela começou a melhorar, melhorar, e hoje está totalmente curada.

Ela descobriu que não se passam os olhos na sutra como se fosse bula nem se apressam os lábios fazendo dela apenas um trava-língua. A Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade é o santo poder, palavras mais mágicas que poções, e, no entanto, simples como notas musicais, vindo e indo pelo sopro de Deus.

– Hoje sei o poder que a sutra sagrada tem. Agradeço ao mestre Masaharu Taniguchi, à minha família, a todos que oraram por mim e aos meus filhos maravilhosos – finaliza Ednalva Fernandes Silva, a“supermãezona” da Edcarla e do João Júnior.

 


Circulo de Harmonia