Instagram oficial da Seicho No Ie do Brasil
Google Plus + oficial da Seicho No Ie do Brasil
twitter oficial da Seicho No Ie do Brasil
Youtube oficial da Seicho No Ie do Brasil
Facebook oficial da Seicho No Ie do Brasil

08/10/2007
Cresce Infinitamente


Quem é que deve descobrir a sua genialidade?
O ser humano, muitas vezes, é enganado pelas aparências. Costuma-se pensar que uma pessoa é alguém importante só porque se veste bem e leva uma vida próspera. Entretanto, se isso fosse verdade, uma pessoa que se veste mal e é pobre seria alguém inútil? Não, em absoluto.
Afinal, o corpo físico não é o ser humano. O corpo é algo como uma roupa que ele usa temporariamente. Mesmo que alguém esteja usando uma roupa em trapos, se o seu interior for maravilhoso, será considerado uma pessoa superior. Do mesmo modo, qualquer que seja a aparência física da pessoa, se a mente e a alma dela são excelentes, é alguém realmente maravilhoso. No mundo, existem muitas pessoas assim. Portanto, devemos observar apenas a beleza da alma das pessoas.
E será que você se convenceu de que o ser humano não é esse corpo carnal, mas sim o(a) filho(a) de Deus que usa esse corpo? Se não compreender isso, não conseguirá manifestar verdadeiramente todo o seu potencial, nem qualquer qualidade interior.
Isto porque, enquanto você não descobrir a sua qualidade interior, ela não se manifestará. Por maior que seja a genialidade de uma pessoa, só quando a descobrir, ela será adestrada e passará a brilhar. E a primeira pessoa a descobrir isso deve ser você mesmo(a).
Se você pensa e fala “Não, eu não sou isso, não. Sou imprestável, inútil”, sua genialidade e sua capacidade jamais se manifestarão.

Complexo de inferioridade

Na província de Gunma, há um local chamado Numata-shi. Na primavera e no outono, essa região fica realmente bela. E, num local denominado Uehara-machi, mora um jovem chamado Akihiro Fueki, o qual creio que este ano está completando 18 anos.
Até a segunda série do curso primário, Akihiro tinha dificuldade de aprendizagem, vivia esquecendo as lições e tirava péssimas notas. Mas, nessa época, o pai dele se tornou um adepto fervoroso da Seicho-No-Ie, e a atmosfera do seu lar mudou completamente.
E Akihiro também participou pela primeira vez de um Seminário de Treinamento Espiritual, no verão em que cursava a quinta série do curso primário. Então, a partir desse evento, ele compreendeu que o homem é filho de Deus, possui maravilhosa capacidade e tudo consegue fazer.
Quando compreendeu isso e passou a reconhecer a sua própria capacidade, misteriosamente seu aproveitamento escolar foi melhorando cada vez mais. E, quando estava na sexta série do curso primário, ele se empenhou muito e se candidatou ao cargo de vice-presidente da Associação Infantil. Mas foi admiravelmente derrotado.
Foi um resultado realmente lamentável, mas não foi maravilhoso o fato de ter-se candidatado? Isso demonstra que na mente dele já não havia o complexo de inferioridade de quem se julgava uma pessoa insignificante, que se esquece com facilidade das lições.

 Na hora da prova

Desse modo, enquanto estava no curso primário, ele foi crescendo pouco a pouco, mas, ao ingressar no curso ginasial, enfrentou pela primeira vez o exame semestral. Nessa hora, ele pensou em colocar em prática o que aprendera no Seminário de Treinamento Espiritual. Ou seja, cerca de duas semanas antes da prova, ele passou a praticar a Meditação Shinsokan antes de começar a estudar.
A Meditação Shinsokan é uma oração que a pessoa efetua sentada corretamente e contempla mentalmente a força infinita de Deus que se encontra em seu interior. Praticando isso durante 20 a 30 minutos, a mente se acalma muito. Por isso, ao estudar após praticar essa meditação, tudo fica bem gravado na mente. Ele praticou a Meditação Shinsokan todos os dias. E estudou acreditando que suas notas são excelentes. Enfim, ele viveu reconhecendo nitidamente a sua maravilhosa capacidade. Além disso, ele passou a sempre realizar os exames com a Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade no bolso.
Quando havia alguma questão complexa, fechava os olhos, colocava a mão dentro do bolso, segurava a Sutra Sagrada e mentalizava: “Deus do fundo da minha alma, ó força infinita, manifestai-vos!”. Assim terminava a prova. E seu desempenho foi o terceiro melhor entre 370 alunos da série a que pertencia. Vendo isso, ele próprio se surpreendeu.
O resultado foi tão maravilhoso que ele agiu igual em todas as outras provas. Assim, mesmo fazendo algumas provas com febre e dor de cabeça por estar gripado, classificou-se em todas as provas entre os 20 primeiros lugares.

Candidata-se diversas vezes

Assim, Akihiro soube, de corpo e alma, que o homem possui força infinita e que, reconhecendo isso e se esforçando para manifestá-la, por piores que sejam as condições, tudo melhor infalivelmente. Assim, ele decidiu aplicar isso também em outras áreas, além dos estudos.
Então, no segundo semestre da segunda série do curso ginasial, candidatou-se ao cargo de vice-presidente da Associação dos Alunos. Nisso também ele demonstrou maravilhoso desempenho. Ele se candidatara anteriormente e fora derrotado, mas não pensou em desistir. Mesmo sofrendo fracassos, não desanimou, mas enfrentou novamente o desafio.
Porém, sofreu nova derrota. No entanto, conseguiu um cargo junto aos alunos da terceira série, e começou a dedicar trabalho à sede da Associação dos Alunos. No primeiro semestre da terceira série, candidatou-se novamente, desta vez para o cargo de presidente da Associação dos Alunos.
Não acha que isso foi realmente maravilhoso? Significa que, se alguém não consegue ser vice-presidente, poderá ser presidente. Mas, infelizmente, Akihiro não conseguiu se eleger. Trabalhou, posteriormente, como tesoureiro da Associação dos Alunos com todo o empenho e conseguiu realizar o trabalho de revisão dos estatutos e de restauração da caderneta dos alunos. Além disso, participou da coordenação da Festa Cultural, conseguindo grandes resultados.

Ora pela aprovação no exame

Desse modo, mesmo que tenha fracassos, é preciso que o ser humano tenha a iniciativa positiva de avançar rumo a novas metas, em vez de ficar pessimistamente retraído e hesitante.
Assim, quando terminaram as férias de verão da terceira série ginasial, ele teve de enfrentar o desafio de prestar exames para ingressar na escola secundária. Akihiro pretendia estudar no Colégio Provincial Numata. Achando que já estava suficientemente preparado para conseguir ingressar nesse colégio, não estudou de modo especial.
Mas sua mãe foi, com o pessoal da Associação de Pais e Mestres, visitar a Escola Secundária de Especialização Industrial de Gunma e trouxe, para Akihiro, folhetos dessa escola. Lendo esses folhetos, ele sentiu-se grandemente atraído por essa escola. Como pretendia ser engenheiro, foi assistir ao festival realizado nessa escola. Então, gostou mais ainda dela e passou a ter forte desejo de ingressar nela, apesar da distância, e falou sobre esse desejo ao seu professor.
Entretanto, o número de candidatos para ingressar nessa escola era cerca de quatro vezes o número de vagas. Ao saber disso e percebendo que nada conseguiria se dependesse do seu modo de estudar de até então, passou a se preparar seriamente para os exames de seleção.
Antes de tudo, fez o que aprendera num Seminário de Treinamento Espiritual. Em duas folhas de papel para caligrafia, escreveu o seguinte em grandes letras: APROVADO NA ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESPECIALIZAÇÃO INDUSTRIAL DE GUNMA. Colou uma das folhas diante da sua mesa de estudos, a fim de olhar sempre essas palavras e gravá-las na sua mente. Colocou outra folha no oratório, e seu pai efetuou a leitura da Sutra Sagrada Chuva de Néctar da Verdade todos os dias, diante dessas palavras.

Cresce infinitamente

Aquilo que é mentalizado intensamente durante a oração acaba manifestando-se. Por isso, em suas orações, ele visualizava com toda a seriedade as palavras de aprovação escritas nessas folhas e se esforçava para em contemplar, do fundo do coração, a maravilhosa perfeição do seu interior.
Por outro lado, achando que as horas da manhã eram as mais adequadas para estudar, passou a dormir normalmente por volta das dez horas da noite, a fim de acordar entre 4h30’ a 5h da manhã. Assim concentrou-se nos estudos com a mente restaurada e conseguiu ser aprovado.
Como se vê, todas as pessoas possuem maravilhosa capacidade infinita, mas, enquanto não a reconhecerem e manifestá-la, será impossível utilizá-la concretamente. Isso é comparável ao fato de alguém ter muitas camisas, mas deixá-las no fundo do armário: não será possível utilizá-las. Essas camisas só terão utilidade quando ele admitir a existência delas, retirá-las do armário e vesti-las.
O jovem Akihiro Fueki conseguiu, desse modo, vencer brilhantemente sua mania de se esquecer das lições e freqüenta, com todo o vigor, a Escola Secundária de Especialização Industrial de Gunma. Ele leva uma hora e meia para chegar a essa escola. Mas, como os professores são maravilhosos, estuda com muito prazer e disposição. Assim, seus dias são alegres e agradáveis, pois passou a levar uma vida que vale a pena.
Aliás, não se limitou à escola. Também se dedicou às atividades da Liga dos Estudantes Secundários da Seicho-No-Ie e, já na primeira série do curso secundário, desempenhou o cargo de diretor executivo da província, assim se lançando com todas as forças ao Movimento de Iluminação, e continua vivendo os dias com muita alegria.
É uma grande felicidade conseguir assim viver o dia-a-dia com tanta plenitude. Chegando a esse ponto, a questão da distância para chegar à escola já não representará nenhum problema.
Toda a capacidade do ser humano se aprimora cada vez mais quando ele vive com alegria e prazer. Contrário a isso, se ele viver com a “cara amarrada”, sem ânimo e com má vontade, não conseguirá manifestar nenhuma capacidade.
Desde o curso ginasial, o jovem Akihiro realizava a prática de divulgação de dez revistas Riso Sekai Junior (Mundo Ideal) por mês. E, ao ingressar na escola secundária, passou a participar também das reuniões dos dirigentes e, percebendo que, para salvar a pátria, não teria outro caminho senão aumentar os membros da Liga dos Estudantes Secundários da Seicho-No-Ie, estuda cada vez mais com alegria e se dedica à divulgação dos ensinamentos. O jovem Akihiro, que fora considerado outrora uma criança-problema, cresceu e, hoje, é uma outra pessoa. Isso não aconteceu somente com ele, pois todos são capazes de fazer isso.
Para tanto, é muito importante não esmorecer jamais, mesmo que sofra um ou dois fracassos. Ou melhor, o importante é ir crescendo passo a passo, enfrentando três, quatro, cinco ou muitos mais desafios. Assim, tudo melhora infalivelmente. Os fracassos do passado servem como apoio para conquistar o sucesso.
Para construir essa estrutura a fim de seguir avante, é preciso tomar muito cuidado com uma coisa: não ter atritos mentais com as pessoas ao redor e não se revoltar contra os pais. Quanto mais atritos, mais lento é o avanço de um corpo sólido. Do mesmo modo, quando as pessoas estão em constante atrito umas com as outras, o desenvolvimento e o progresso delas se tornam mais lentos. Mesmo que uma pessoa ache que se esforçou muito, não avançou absolutamente nada. E isso ocorre devido ao grande mal gerado pelos atritos com as pessoas ao redor, principalmente o atrito mental com os pais e também com os professores.
Portanto, espero que o(a) leitor(a) agradeça de todo o coração aos pais, à escola e aos professores, que seja cordial com os colegas e, assim se dedicando com alegria ao Movimento de Iluminação, se esforce nos estudos. O Movimento e os estudos não são, em absoluto, atividades contraditórias, porque tudo é manifestação de uma única força,e a fonte dessa força é Deus. Desejo que avance cada vez mais e cresça infinitamente, lembrando-se sempre disso.

 


Inochi ga Moeru (livro ainda não editado em português, tít. prov. A Chama da Vida) pp. 23 a 33.