educadores
Entre em nossa página oficial do Facebook

 

ADAPTAR COM ALEGRIA

Durante o mês de fevereiro, foi realizado um trabalho de adaptação das crianças na Creche Paraíso. Várias atividades foram realizadas para que as crianças se sentissem bem à vontade e brincassem bastante no parque com atividades variadas. Com esse trabalho, elas foram inseridas aos poucos à rotina da creche.

O objetivo fundamental foi promover a adaptação das crianças a rotina para um melhor desenvolvimento das atividades e do comportamento. Foram utilizados como recursos: oração, palavras de incentivos, livros de história, giz, massinha, jornal Querubim, folhas de papel sulfite, música cantadas pelas educadoras. Relata a Coordenadora Sueli: “Nosso trabalho na instituição educacional Creche Comunitária Paraíso é um trabalho pedagógico voltado para Educação da Vida, a qual prega que a ´educação da criança parte da reeducação do adulto´, através de sorriso, elogio e palavras de incentivo”.

Educação da Vida é a parte da filosofia de Masaharu Taniguchi que trata da educação, focada na “reeducação do adulto” e no “sorriso, elogio e palavras de incentivo”. Tem como objetivo, acreditar na essência boa da criança, fazê-la crescer através do amor com sabedoria.

Movida por esses princípios, no mês de fevereiro, as educadoras se prepararam para receber cada criança como verdadeiros filhos de Deus. Elas começaram serenando a mente com Meditação Shinsokan, oração diária da Sutra Sagrada, purificação da mente e do ambiente para receber as crianças com boa vibração.

“Devido ao nosso preparo, obtivemos um ótimo resultado, já na segunda semana de fevereiro, os filhos de Deus não choravam mais para entrar na creche, foi uma surpresa tão grande, devido ao número expressivo de “crianças recém-chegadas”- afirma a coordenadora.

A creche segue uma rotina em que as crianças participam de recreações, rodinhas educativas na qual são discutidos diversos assuntos como o clima, as estações do ano, os dias da semana, datas comemorativas etc.

Através de perguntas dirigidas, as educadoras incentivam as crianças a falarem sobre fatos acontecidos com elas no dia anterior, após a saída da creche, ou no fim de semana. Recebem as refeições de forma organizada e na hora do soninho, são monitoradas pelas educadoras. No verão, é solicitada a autorização dos pais, para que as crianças possam se divertir na piscina de plástico que é montada na creche.



Por: Rosemeire Coelho N. Gonçalves

Voltar