Página Principal
Academias
Sobre a Seicho-No-Ie
Forma Humana
Práticas e Cerimônias
Presidentes
Meio Ambiente
Museu Histórico
Organizações
Artigos
Relatos
Notícias
Mensagem do Dia
Lista de Orações
Sede Central
Domingo da SNI
Semana da Paz
Seminário da Luz
Programação 2013-2014
Seicho-No-Ie no Ar
Revistas da SNI
Círculo de Harmonia
Enkan
Brasil Português
Brasil Japonês
América Latina
Outros países
Fale Conosco
Webmaster
Regras de Internet
Direitos Autorais
 

No Dia Mundial da Religião a SEICHO-NO-IE congratula todas as religiões


Neste dia 21 de janeiro, Dia Mundial da Religião, a SEICHO-NO-IE DO BRASIL congratula respeitosamente todas as religiões. Acreditamos que todas são luzes de salvação que emanam de um único Deus.

A celebração do Dia Mundial da Religião teve início nos Estados Unidos, em 1949. A iniciativa se deu durante a da Assembleia Espiritual Nacional, evento das Comunidades Bahá'ís em que participam adeptos de outras religiões. O objetivo era promover a união de todas as denominações religiosas, no sentido de viverem em harmonia.

No Brasil, a data foi instituída pela Lei 11.635, assinada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 27 de dezembro de 2007.

Transcender o sectarismo religioso, um dos pilares da SEICHO-NO-IE

A SEICHO-NO-IE se soma ao ideal proposto pelo Dia Mundial da Religião, visto que põe em prática um de seus preceitos básicos, propostos logo de cara, na primeira das sete Declarações Iluminadoras: “Declaramos transcender todo sectarismo religioso e, reverenciando a Vida, viver em fiel obediência à Lei da Vida”.

Ações I

Além da Semana da Paz e do Meio Ambiente, que convida, todos os anos, pessoas de todos os credos a conhecer e participar de nossas atividades, sempre na Semana da Pátria, a história da SEICHO-NO-IE DO BRASIL registra momentos concretos de aproximação com outras religiões. Em junho de 2008, a Organização teve destacada participação na Celebração Interreligiosa do Centenário da Imigração Japonesa, quando o saudoso Professor Olimpio Kitahara foi escolhido por líderes de outras denominações para fazer o pronunciamento oficial da celebração, em nome de todas as religiões.

Ações II

Nos anos 2002 e 2003 a SEICHO-NO-IE DO BRASIL participou ativamente do evento FAÇA PARTE, onde várias religiões levaram adeptos e líderes a grandes eventos, com direito a participação de artistas e celebridades.

Ações III

A boa relação da SEICHO-NO-IE DO BRASIL com outras religiões não é de hoje. O próprio então Arcebispo de São Paulo, Dom Evaristo Arns, concedeu simpática entrevista à Revista Mundo Ideal na década de 1990. Nas décadas de 60 e 70 os líderes da época mantinham boas relações com a Igreja Católica, chegando a realizar eventos em espaços cedidos pelos católicos.

Recentemente chegou ao nosso conhecimento, por meio de uma adepta da SEICHO-NO-IE que trabalha no Vaticano, que um de seus livros, um exemplar de A Humanidade é Isenta de Pecado, foi lido pelo Papa Bento XVI. Ele teria gostado e, de acordo com essa adepta, até elogiado o conteúdo.

Significado da palavra Religião

A palavra “Religião” é originária do latim "religio", que significa "prestar culto a uma divindade", “ligar novamente" ou simplesmente "religar". É um conjunto de crenças sobre as causas, natureza e finalidade da vida e do universo, bem como a relação dos seres humanos ao que eles consideram como santo, sagrado, espiritual ou divino. Normalmente as religiões conservam narrativas, costumes e histórias que se destinam a dar sentido à vida. Abrangem moralidade, ética e leis religiosas que explicam suas idéias sobre a origem do cosmos e do ser humano.

Religião que liberta

Logo no prefácio da obra O que é a Seicho-No-Ie, o seu fundador, Professor Masaharu Taniguchi (1893-1985), define a importância da adequação da religião ao contexto espaço-tempo em que está inserida.

“A Seicho-No-Ie rejeita o ‘tem que ser assim’. Isto é, nada deve ser forçado, e ensina a viver naturalmente a vida como ela é. Ensinamentos como ‘o homem é filho de Deus’, ‘o mundo fenomênico é projeção da mente’ e ‘Grande Harmonia’ são interpretados de várias maneiras, em conformidade com o tempo, pessoa e lugar. Assim, muitas pessoas alcançam a salvação espiritual e despertam para uma vida feliz”.

Gratidão, um modo de vida

A gratidão está para os adeptos da Seicho-No-Ie como o ar está para os pássaros e a água está para os peixes. Ou seja, ser religioso não se resume a freqüentar um local, nem a obedecer procedimentos rígidos, mas é manter um estado de espírito de profunda gratidão e comunhão com a Vida. Por isso, a relação com a própria religiosidade vai além de buscar nela um pronto-socorro só para as horas difíceis, para depois ser posta de lado. No livro O que Deve Fazer o Dedicado à Iluminação, o Professor Masaharu Taniguchi ensina que “as reuniões religiosas têm caráter totalmente diferente dos consultórios médicos”.

Seja qual for sua formação religiosa, venha conhecer a SEICHO-NO-IE

Existem pessoas que, mesmo já sendo adeptas de uma religião e freqüentando assiduamente suas atividades, sentem-se muito bem e felizes ao entrar em contato com os ensinamentos da Seicho-No-Ie, que por sua vez recebe, com muito amor e carinho todas as pessoas, sem nenhuma restrição.

Consulte aqui os nossos locais de reuniões, ligue e se informe.